Geometria corporal: conheça seu tipo físico

As tendências de moda que vemos nas redes sociais e nos guarda-roupas das famosas nem sempre caem bem em todas as pessoas, porque cada mulher tem um tipo físico específico. No entanto, com a geometria corporal, ou seja, o estudo dos formatos e proporções físicas, é possível perceber certos padrões e pensar em peças para valorizar o corpo de cada mulher.

De maneira geral, há cinco tipos físicos mais comuns entre as mulheres. Entenda cada um deles e descubra como escolher as peças de roupa mais adequadas para você!

Ampulheta

Esse tipo físico tem como característica marcante a cintura mais fina, enquanto os quadris e os ombros têm proporções similares. Não é preciso ser magra para ser do tipo ampulheta. A modelo plus size, Cléo Fernandes, por exemplo, se encontra nessa categoria.

Se tiver dúvida, tire suas medidas com uma fita métrica. Em geral, há pouca diferença — até 5 cm é comum — entre o tamanho do busto e do quadril, mas a cintura costuma ser, em média, 20 cm menor que o quadril e o busto.

Para quem é do tipo ampulheta, vale valorizar a forma natural do corpo com peças que marquem a cintura, como vestidos transpassados, blusas com decote em V e saias retas ou rodadas. Evite roupas muito largas ou coladas.

Retângulo

Assim como o tipo ampulheta, pessoas nessa categoria têm ombros, cintura e quadris com tamanhos semelhantes. Contudo, a cintura não é quase nada marcada —, geralmente a diferença entre a cintura e as outras partes, como busto e quadril, não chega a ultrapassar 10 cm.

Pessoas com formato retângulo engordam proporcionalmente todo o corpo e, normalmente, tem pernas finas. Muitas mulheres altas, magras e com pernas longas se encontram nessa categoria.

Para disfarçar a silhueta mais reta, marque a cintura com cintos ou aposte em vestidos, blusas e outras peças acinturadas. Saias rodadas e mais volumosas dão a impressão que você tem um quadril um pouco maior.

Triângulo

Esse tipo físico tem os quadris bem maiores que a cintura e os ombros. Pessoas nessa categoria costumam ter facilidade para engordar na região inferior, como as coxas e nádegas. Em geral, têm cintura fina e seios pequenos ou médios —, muitas vezes com medidas menores que a cintura.

Para equilibrar o visual, use calças, shorts e saias de cores escuras, que disfarçam o tamanho do quadril. Além disso, busque peças que chamem a atenção para a parte superior, como blusas com decote canoa, blazer com ombreiras e peças com mangas mais volumosas ou bordadas.

Triângulo invertido

Esse é exatamente o contrário do tipo triângulo. Os ombros e as costas são mais largas — com pelo menos 10 cm a mais — do que os quadris e a cintura. Pessoas com seios grandes e pernas mais finas costumam se encaixar nesse padrão. A cintura desse biotipo não é muito marcada.

Para quem tem esse formato, o indicado é suavizar o tamanho da parte superior e equilibrar o volume dos quadris. Use peças mais soltas na parte de baixo, como saia evasê ou calça pantalona. Nas blusas, além de cores mais escuras, cai bem manga cava americana ou raglan.

Oval

O foco desse tipo físico é na cintura. Muitas pessoas acima do peso “ideal” se encontram nessa categoria, mas isso não é uma regra. De maneira geral, o formato oval tem a cintura maior do que os quadris, enquanto os bustos costumam ser menores ou ter o mesmo tamanho da cintura.

Para equilibrar o visual, tente afinar a silhueta com roupas mais escuras e linhas verticais. Use calças com cortes retos e cintura no lugar. Aproveite as blusas com decotes em V ou U e mangas ¾, além disso, os casacos abaixo do quadril são uma boa pedida. Não se esqueça de acessórios que chamem atenção para o colo, os pulsos e os tornozelos. Evite roupas muito apertadas, sobretudo na região abdominal.

A partir da geometria corporal, você consegue entender melhor as roupas que enaltecem o seu tipo físico. Se quiser valorizar suas características, vale a pena investir em uma consultoria de imagem.

Quer descobrir mais sobre o assunto e entender como passar uma imagem mais profissional? Então entre em contato comigo! Será um prazer atender você!

Compartilhe esse post

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os conteúdos do site Adelina Evangelista são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto ou imagem podem ser usados sem a autorização expressa da Adelina, mesmo citando a fonte.