Etiqueta em família: 5 boas maneiras para reuniões em família

Reuniões em família: uma arte delicada. Relacionar-se em família pode ser complicado e, às vezes, requer jogo de cintura. E, como ser elegante vai muito além de vestir roupas alinhadas e se portar à mesa, devemos praticar algumas regras de etiqueta em família também.

De um lado temos aqueles que amamos e, do outro, seus maridos e esposas, pessoas de culturas e comportamento tão diferentes dos nossos. Há também aquele cunhado ou primo que insiste em criticar suas escolhas de vida. E ficar numa boa com todos nem sempre é fácil.

Por isso, hoje eu trouxe um apanhado de ideias e situações para você aplicar em seus encontros familiares, mantendo a imagem de alguém elegante, equilibrado e querido por todos. Confira a seguir!

1. Trazendo harmonia aos jantares e celebrações

Refeições em família são momentos raros hoje em dia. Estragá-los com discussões ou distrações no celular não vale a pena.

Deixe assuntos mais densos ou desagradáveis para discutir depois e procure passar um tempo de qualidade com seus entes queridos nos jantares, churrascos ou qualquer almoço em família.

Também não é hora de fazer comentários irônicos ou maldosos. Desenvolva uma conversa agradável com todos e respire fundo se receber alguma provocação.

2. Saindo de saias justas com os filhos e os sobrinhos

A convivência entre primos é proveitosa e ficará marcada para sempre na vida dos seus filhos, mas isso não quer dizer que ela será sempre pacífica e tranquila.

Diferenças entre as crianças são comuns e, em meio aos parentes, é frustrante ver um sobrinho fazendo algo que desagrada sem poder corrigir. O ideal é que cada mãe converse com seu filho e o oriente a se comportar, de acordo com o modelo de educação de cada uma.

3. Mantendo a calma com o “mas a sua prima já…”

Comparações são muito desagradáveis. Porém, geralmente são feitas por aquele parente que tem muito carinho por você. Veja pelo lado bom: existem pessoas preocupadas com você e que querem o seu bem.

Dar uma resposta grosseira não é a solução. Primeiro recomendo que você escute e, em seguida, comente educadamente que você fez outras escolhas, apenas isso. Ressalte seus pontos positivos e mostre que está tudo bem.

Se o fato envolver as crianças, perceba que o comentário nada mais é do que o ego de uma mãe orgulhosa do filho que tem. Apesar de não fazer o mesmo, você também admira a inteligência e beleza e dos próprios pequenos. Releve.

4. Dizendo não com elegância e bom senso

Dizer não é complicado, ainda mais quando é o pedido de um familiar, um caso em que a negação pode trazer complicações com outros membros. Mas é possível se impor sem ser indelicado.

Um pedido de dinheiro emprestado? Pergunte delicadamente para entender melhor a situação. É uma conta atrasada ou alguém está tentando tirar proveito da sua estabilidade? Ajude, se preciso, mas também não o faça por obrigação.

A chegada de uma visita inesperada ou de parentes um pouco mais “espaçosos” na sua casa pode acontecer. Uma vez, até passa. Caso o feito se repita com frequência, sugira que a pessoa lhe mande uma mensagem ou ligue antecipadamente, para que você possa recebê-la com mais conforto e dedicação.

5. Correndo das fofocas

Não há nada mais deselegante que pessoas falando mal de outras sem o conhecimento destas. Sem falar que o comentário certamente cairá nos ouvidos da cunhada, sogra, prima de segundo grau, e a imagem do fofoqueiro despencará junto.

Evite o constrangimento e fale mais de seus projetos e feitos, não dos outros. Seja um bom ouvinte e, caso o assunto se direcione para alguma maledicência, desconverse. Simples assim.

Essas foram algumas sugestões de boas maneiras para contornar situações constrangedoras e manter a etiqueta em família.

Se gostou do conteúdo e deseja mais dicas de construção de imagem, curta meu Facebook e acompanhe as novidades!

Compartilhe esse post

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentários:
  1. Cornelia D. Ramos

    Muito bom! Gostei das sugestões! Bjs

    • Adelina Evangelista

      Obrigada minha amiga! Beijos no coração!

Todos os conteúdos do site Adelina Evangelista são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto ou imagem podem ser usados sem a autorização expressa da Adelina, mesmo citando a fonte.