Como escolher uma roupa: 6 dicas úteis para te ajudar a se vestir

Não sei se acontece com você, mas tem dias que olho para o meu armário e não consigo escolher uma roupa para usar, tenho a sensação de que nenhuma peça é interessante, parece até que preciso fazer uma limpa no guarda-roupas e organizá-lo do zero.

Pensando sobre este desafio, fui pesquisar algo que me ajudasse, nestes dias de tantas dúvidas quanto ao que vestir e resolvi compartilhar com você 6 dicas que sempre me ajudam na hora de escolher uma roupa.

1. Sinceridade é tudo

Antes de qualquer coisa, seja sincera consigo mesma, e responda: como estou me sentindo hoje?

Se olhe no espelho e procure focar no que você acha que tem de mais bonito, depois imagine como você poderia dar mais destaque a esta parte do seu corpo. E aquilo que você não curte muito, o que poderia fazer para disfarçar e não chamar muita atenção.

Parece difícil, mas não é! A maioria das vezes nem sequer nos olhamos no espelho, já pegamos a roupa no armário, vestimos pensando que ficou bom e pronto, sem ao menos pensar na autoestima que a roupa traz.

2. Confira o clima do dia

É preciso saber como está o clima lá fora. Muitas vezes por causa do ar condicionado, acordava inspirada em usar minhas botas, até tentei várias vezes, mas duas horas depois, me sentia ridícula e totalmente desconfortada com tanto calor.

Como moro em Sinop, no Mato Grosso, aqui a temperatura é sempre alta, e isso dificulta muito na hora de escolher o que vestir.

3. Onde você vai?

Sempre quando vou escolher meu look do dia, preciso saber para onde vou. Se vou para academia, para o trabalho, ao médico, ficar em casa, para a faculdade, pois cada ocasião requer um look específico, e se você não quer errar, é muito importante ficar atenta a cada detalhe.

4. Com quem você vai?

Talvez você possa ter a sensação que eu esteja complicando um momento tão simples do nosso dia a dia, mas eu também preciso saber quem vai estar comigo neste lugar para onde vou. Muitas vezes chegamos em determinados lugares e nos sentimos como um patinho fora da água”, justamente por não saber, ou ignorar essa parte tão importante que é se vestir de acordo com o código de vestimenta de um grupo específico de pessoas.

Um exemplo onde isso fica claro é nas entrevistas de emprego, onde os candidatos não pesquisam bem sobre a empresa e o seu dress code, antes de passar pela entrevista.

E, se possível investir em uma imagem profissional que se aproxime a imagem do grupo desta empresa.

5. Pense no conforto da roupa

Uma outra pergunta que preciso responder é se vou ficar o tempo todo em pé ou sentada, se vou me movimentar muito ou pouco.

Por várias vezes escolhi usar salto, porque me sentia bem elegante com eles, mas para realizar minhas atividades do dia como: carregar meus filhos, fazer compras no supermercado e ir ao banco, aquilo parecia uma tortura. Não tinha nada de elegante, pelo contrário, parecia algo que estava desmoronando, e esse tipo de situação pode acabar com sua autoestima.

6. Como você vai ser percebido(a)

E por último, preciso saber como quero ser percebida pelas pessoas, somos analisadas o tempo todo, até pelos nossos funcionários de casa.

Isso precisa ficar muito claro na minha mente: que imagem eu quero passar para as pessoas? Em que fase da vida eu me encontro? Tenho certeza que estas respostas te ajudam muito e são mais importantes do que vestir tudo o que está na moda, ou o que você gosta.

Tenha sempre uma coisa em mente: se imagem é percepção, se é a forma como as pessoas te percebem, não perca tempo, invista em sua imagem e tenha muito sucesso!

Gostou do conteúdo? Pense que se as coisas ficarem difíceis para você, há sempre a possibilidade de contar com uma consultoria de imagem para te ajudar, por isso tenho um conteúdo que vai te explicar quais são as vantagens da consultoria. Que tal?

Beijos!

 

Conheça as vantagens da consultoria de imagem

 

Compartilhe esse post

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os conteúdos do site Adelina Evangelista são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto ou imagem podem ser usados sem a autorização expressa da Adelina, mesmo citando a fonte.